20.9.06

Teoria do movimento

Hoje cedo, andando pelo calçadão de Vilas, cruzei com Bolão, um cara muito gente boa que vende queijo coalho na brasa.

- Fala, Bolão! Vendendo muito?
- Que nada, doutor. O movimento tá parado.

5 comentários:

Ângela disse...

hahahaha, essa é ótima. Uma variante do "tem, mas acabou"

Pati disse...

Tenho um amigo físico que talvez consiga me explicar essa teoria...

Pati disse...

A propósito, eu li seu comentário em meu post sobre a Varig e escrevi um post inteiro dedicado ao seu comentário e a um outro que recebi em outro texto! Veja lá seu nome em destaque!

disse...

Em sampa, durante muito tempo era comum ouvir nos boletins das rádios: "trânsito parado na marginal" (e em vários outros lugares). Depois alguém deve ter avisado e algumas corrigiram para congestionado, mas nem todas. Ou seja, seu amigo está em boa companhia. Boa sorte pra ele.

Daniel Torres disse...

Viva a grande flexibilidade da lingua portuguesa onde muitos falam pouco, porém falam muito em poucas palavras...
Realmente não se pode se explicar a razão de todas as coisas.

Grande abraço