31.10.06

Alexandre Gracinha

Um leitor que, infelizmente, não se identificou, pediu que eu comentasse as últimas aparições do Alexandre Garcia no Jornal da Manhã (Globo). Segundo o leitor, Alexandre anda azedo com a vitória do Lula, destilando veneno em suas crônicas diárias.

Eu não vi, mas soube que, ontem, AG afirmou que quem votou no Alckmin foram as pessoas mais esclarecidas. Não sei o que significa exatamente "pessoas mais esclarecidas". As pesquisas de intenção de voto apontavam que Alckmin era o preferido dos eleitores de maior renda. Pelo que me consta, possuir um elevado nível de renda não torna ninguém, necessariamente, mais esclarecido. Aliás, a expressão "mais esclarecido", por si só, demonstra parcialidade e preconceito. Mais esclarecido em relação a que?

No fundo, acho que o AG está ficando gagá. Nas últimas vezes em que o vi, durante a cobertura das eleições, notei que ele vem tendo alguns lapsos de memória, trocando nomes, enfim, essas coisas que acontecem quando a idade começa a ser um fardo. Outro sintoma é a rabugisse: há alguns meses, no auge da crise provocada pelo PCC em São Paulo, AG soltou o verbo e fez críticas duras ao Legislativo, aos governos estaduais e ao governo federal. Na época, espalhou-se pela Internet o boato de que ele havia sido demitido por causa disso, o que de fato não ocorreu.

Mas, enfim, AG é da Globo e da Globo a gente pode esperar quase tudo.

2 comentários:

Viviana disse...

Confesso que tb notei em sua performance um tic nervoso, um ar de "ondequeeutô?" rsrsrs

jorge disse...

EU eu eu fui o leitor não idetificado, o baianinho que aparece aqui de vez em quando e que fez o elogio a sua peformance no blog. Lembra?! Por favor, sem nenhuma conotação pederástica, apenas um fã internauta que gostou dos seus comentários no BLOG porque achar algo divertido e inteligente na rede é como encontrar diamante em mina de carvão.