7.10.06

Auto-ajuda?

O que seria da minha vida sem Platão? Como eu iria compreender a sociedade em que vivo sem os ensinamentos de Marx, Weber e Durkheim? Será que eu amaria do jeito que amo se não tivesse aprendido delicadeza com Drumond e macheza com Romano de Sant´Anna? Será que eu seguraria a barra nos momentos mais difíceis sem o sarcasmo e a auto-compaixão que apredi nos livros de Bukoviski? E se eu jamais tivesse lido Sérgio Buarque de Holanda, Gilberto Freyre, Roberto DaMatta, Darcy Ribeiro e Juão Ubaldo? Será que eu ainda viveria no Brasil?

Esses autores, além de outros tantos, me ajudaram a ser o que sou, a ser como sou, embora jamais tenham tido tal intenção. Suas obras não contêm receitas de felicidade pessoal ou sucesso profissional. Elas "apenas" nos intimam a pensar, a lançar novos olhares sobre a realidade, a desenvolver uma atitude crítica diante da vida.

O que me leva a duvidar dos livros de auto-ajuda é a intenção do autor. Quem vende a idéia de que é possível mudar sua vida com um livro está agindo de má fé. E explorando sua boa fé. Aliás, fé é uma palavra que vai muito bem aqui, pois para alguns os livros de auto-ajuda são quase uma religião, onde o principal, e talvez único, auto-ajudado é o autor, que fatura com os livros e palestras.

Para mim, a única auto-ajuda que comprovadamente funciona é a masturbação.


3 comentários:

Vinha disse...

Acho que justamente por ter medo de pensar, medo de seus próprios pensamentos é que certas pessoas tornam-se dependentes desses livros de "auto-ajuda"... Que, como bem colacaste, ajudam apenas os autores, deixando-os cada vez mais milionários...rsrs.
Acho que estou sendo meio condolente com essas pessoas...rs, pois no fundo acho que elas têm é preguiça de pensar e descobrir seus próprios valores, crenças e caminhos... Preferem tomar p/ si a maneira de ver o mundo de outras pessoas... Talvez seja mais fácil, p/ não dizer mais covarde...


Beijo!

Viviana disse...

O pior é que muitos gastam $ comprando não só o livro mas também a ilusão de que após a leitura, como num passe de mágica estarão transformados.

Zel disse...

zé, leia esse texto da paula foschia sobre livros de auto-ajuda. muito legal :)

(e eu não curto auto-ajuda. quer dizer, mais ou menos: masturbação é beeeeem legal :D)

http://www.epinion.com.br/?p=83

beijo!