6.10.06

O pior cego é o que não quer ouvir - #1

Acho uma grande bobagem, a esta altura do jogo, ficar batendo na tecla das relações entre Alckmin e a Opus Dei ou a Daslu, assim como acho tolo insistir no fato de que Lula bebe e fala errado.

O importante agora é avaliar o ideário da cada candidato e o projeto de Brasil que cada um deles representa. É analisar comparativamente os números da gestão do PSDB com a gestão do PT.

Por isso, a partir de hoje, publicarei alguns indicadores de desempenho dos dois governos.

...

4 anos de Lula x 8 anos de FHC

Investimento em desenvolvimento(em reais):
Lula: 47,1 bilhões
FHC: 38,2 bilhões

Empréstimo para habitação (em reais):
Lula: 4,5 bilhões
FHC: 1,7 bilhões

Crédito para a agricultura familiar:
Lula: 6,1%
FHC: 2,4%

Crescimento real do salário mínimo:
Lula: 25,3%
FHC: 20,6%

Valor do salário mínimo em dólares:
Lula: 152
FHC: 55

Poder de compra do salário mínimo em relação à cesta básica:
Lula: 2,2 cestas básicas
FHC: 1,3 cesta básica

Aumento do custo da cesta básica:
Lula: 15,6%
FHC: 81,6%

6 comentários:

Anônimo disse...

Engraçado, tem alguns indicadores que o Sr. esqueceu de publicar como numero de CPIs, numero de dias que a camara realmente trabalhou, numero de MPs para tapar buracos, numero de ministros afastados por corrupção, numero de milhas que cada um acumulou, numero de países que a esposa do presidente conheceu às custas do dinheiro público, quantidade de divida que o presidente perdoou, numero de ongs fantasmas patrocinadas entre outros números, que falam mais que os que voce escolheu a dedo.

Viviana disse...

Tô contigo sobre uma nova perspectiva de critérios a serem avaliados.

Não estamos no cinema assistindo a luta entre o bem e o mal.

Já é hora de exorcizarmos "fatos menores" e "velhos preconceitos".

Agora é hora de COMPARAR.

Os fatos concretos é que devem ser dignos de nota!

jaf disse...

Anônimo, envie os dados que eu publico. Não esqueça de indicar as fontes.

Evilbrake disse...

Creio que você esqueceu de colocar as fontes, José. Mas mesmo confiando nos indicadores que você postou, é importante lembrar-se que grande parte dos frutos colhidos agora, no governo Lula, foram plantados no governo anterior. E mais, quando se escolhe por fazer comparativos econômicos, é importante considerar o contexto global. No governo anterior houveram 3 crises gravíssimas na economia mundial, enquanto o governo Lula repousa em em establidade e crescimento contínuo, dos quais, diga-se de passagem, o Brasil é um dos que menos tira proveito.

Pati Haddad disse...

Zé, me desculpe, você sabe que sou chegada em uma polêmica mas que também sei respeitar a opinião alheia. Só que eu tenho que concordar com o anônimo e com o Evilbrake... Nunca esquecendo que eu sinto na pele as conseqüência do (que eu considero) desgoverno de Lulla. Elle tinha tudo para posar de herói e, apenas cumprindo decisões judiciais, melhorar a suituação da Varig e garantir um pouco de dignidade para 5.500 famílias (só de ativos). Hoje, Zé, tenho conhecidos que estão em situação muito, mas muito pior do que os afortunados que ganham bolsa-miséria, digo, sacola-família. Tem conhecido meu PASSANDO FOME. As gestões da Varig tiveram culpa? Tiveram. O problema vem de governos anteriores? Vem. Mas a União é uma instituição única e foi durante o mandato de Lulla que ela foi condenada a pagar o que deve à Varig e a atutelar os aposentados e pensionistas do Aerus; e foi o governo de Lulla que simplesmente optou por não pagar. União é União, não importa quem esteja exercendo o cargo de presidente. Desculpe, sei que tenho batido na mesma tecla repetidas vezes, mas a coisa é muito pior do que a mídia divulga (aliás, nem divulga mais). São meus anos de trabalho e os anos de trabalho do meu pai que estão indo pro ralo. São vidas que estão se deteriorando. Lulla podia ter saído como o herói da história, dar uma de bonzinho ainda que só estivesse cumprindo o seu dever. Mas nem isso elle fez. Sinto muito, mas não dá para engolir esse... como direi... essa pessoa novamente no poder. faço qualquer campanha contra elle, voto contra elle mas, caso a desgraça aconteça, pode ter certeza que estarei em todos os movimentos contra elle. Que venham as passeatas, que venha o impeachment. Tô viajando? Posso estar, mas a raiva, a tristeza e o aperto no coração só eu sei o que é. Aliás, eu e mais alguns milhares que você já imagina quem são. Um beijo e não fique triste comigo. Continue me visitando porque eu também vou continuar te pertubando aqui!

jaf disse...

Pati, eu sou capaz de compreender sua atitude. A maioria das pessoas vota assim, motivada pela satisfação ou contrariedade de seus interesses mais próximos (pessoais, familiares, profissionais etc). Contudo, acredito que pessoas como você, bem informada, culta, formadora de opinião, tem quase a obrigação de resistir a esse voto emocional, ser mais racional, analisar, relativizar e, só então, decidir, com base em interesses mais amplos. Você pode escolher Alckmin, desde que conclua que ele é a melhor opção. Acorre que, ao que parece, seu voto não é a favor de nenhum candidato, e sim contra um candidato. E isso não me parece razoável.