25.10.06

Sorria! Você está sendo manipulado.

A compra da Inco pela Vale do Rio Doce - operação que elevou esta última à condição de segunda maior mineradora do mundo - teve grande destaque em toda a amídia brasileira. Até aí, tudo bem, pois o fato é, sem dúvida, relevante. Mas, em condições normais, o detalhamento da operação iria para nos cadernos de economia. Não foi isso que vimos ontem.

A Globo, por exemplo, noticiou o fato em todos os seus telejornais e dedicou um bloco inteiro do Jornal da Globo à sua análise. Vários especialistas foram convidados a opinar sobre o fato e responder à seguinte questão: a Vale teria chegado onde chegou se não tivesse sido privatizada? Todos foram unânimes em responder que não.

Entendeu a astúcia? Um dos pontos críticos do debate entre os dois candidadtos à presidência é noticiado com destaque, a partir de uma perspectiva claramentye favorável a um deles. A Folha de São Paulo seguiu a mesma receita. É assim que a faz sua cabeça e você nem sente.

A privatização é, a meu ver, inexorável e, em certos casos, altamente desejável. O que eu questiono é como e quando privatizar. Nos países periféricos, como o Brasil, ainda não é possível prescindir da presença do estado na economia.

...

Ainda dentro do tema, o Nebardi postou este vídeo e eu resolvi disponibilizar aqui também. É uma remontagem de Matrix, incorporando a nossa "vênus platinada".



Um comentário:

anjacaramuja disse...

"a mim não Leão" hihihi
qse nem vejo TV
Vivo na Net....