17.11.06

E agora, o que é que eu calço?


Soube hoje que a Samello entrou na justiça com um pedido de recuperação judicial (concordata preventiva). A empresa está mal das pernas, devendo a Deus e todo mundo. Os donos atribuem o fato à valorização do real em relação ao dólar e à consequente perda de competitividade no mercado externo. Já os analistas do jornal Valor, afirmam que o problema é bem mais antigo e tem a ver erros de gestão e disputas sucessórias internas. A família proprietária poderia resolver o problema com a venda de alguns bens (só uma das fazendas que eles possuem vale 65 milhões), mas aí seria exigir demais. No Brasil, é comum as empresas irem à falência enquanto seus proprietários ficam cada vez mais ricos. Os casos da Mesbla e do Banco Econômico são emblemáticos. Quanto aos fornecedores e empregados, eles que se virem!


4 comentários:

Jorge disse...

Pra mim pouco importa a marca do meu sapato ele só tem que ser bom e barato.

josé alberto farias disse...

Jorge, sapato bom e barato não existe. Essa é uma daquelas coisas que, infelizmente, qdo é bom, custa caro.

Claudia disse...

Só sinto pelos empregados..
O resto q se fo...
Bjin..

Anônimo disse...

Essa Cláudia parece que tem os neurônios preguiçosos.