17.12.06

Domingueira



Sei que é um privilégio morar aqui. A praia é linda, quase deserta nos dias de semana. Aos domingos, se enche de gente bonita, as barracas (poucas, mas bem equipadas) funcionam a todo vapor e o calçadão vira uma passarela de candidatos a atletas.

Sei que muita gente daria o rabo para viver num lugar assim, enquanto eu fico trancado aqui, no meu home office (nome bonito, né?), inventando desculpas para não ir lá fora. Uma hora são as provas que tenho para corrigir, outra é aquele texto que preciso ler ou, ainda, aquele trabalho urgente que um cliente encomendou para amanhã.

Sei que você deve estar achando que sou doido, o que não é de todo uma inverdade, mas tenho minhas razões. Pra começar, na praia não tem ar condicionado e eu, definitivamente, não gosto de calor. Meu projeto de vida é ganhar o suficiente para, todos os anos, voar em outubro para o hemisfério norte e só retornar em março, quando o clima aqui se torna aceitável. Pra terminar, não estou a fim de sair mostrando por aí, de graça, este físico que cultivei com tanto esforço diante do computador. Entre o primeiro e o último motivo, coloque quaisquer outros que você conseguir imaginar, pois todos são válidos.

Sei que sempre que vou ao médico ele me receita longas caminhadas, com aquele ar de quem descobriu a fórmula da eterna juventude. Contudo, nunca vi nenhum médico andando por aí. E sei de mais uma coisa: se andar fizesse mesmo bem para a saúde todo carteiro seria imortal.


8 comentários:

Carlos Emerson Junior disse...

Caramba, José Alberto, não acredito: um lugar lindo desses e você vai ficar em casa o dia todo ? Vai prá praia, anda!!!!
Um bom domingo e melhor semana ainda.
Abraços

Viviana disse...

Tem gente que tá precisando apanhar, e é na bunda!


bjs.

Anônimo disse...

Sei não... nunca vi baiano não gostar de praia! Aproveito prá matar saudades dessa cidade maravilhosa, desse povo acolhedor. Quem dera ter uma paisagem como essa prá admirar todos os dias? Aqui em BH é montanha prá todo lado. Me sinto sufocada. Quase num buraco. Sinto saudade de quando ia de Brotas até Itapoã de bicicleta com 4 amigas baianas super bacanas. De ir prá Itaparica também de bicicleta! Faz um esforço e comece a andar pelo menos uma hora por dia, de preferência pela manhã. Vc vai ver a diferença na barriga e no humor. Que lugar é esse que vc mora? Beijo grande. lanagomes2@hotmail.com

Claudio disse...

O lugar é lindo sim. Eu gostaria de poder viver em um lugar assim. Desde que não tivesse que dar o rabo, claro.

:)

Anônimo disse...

Pô, Zé, nas as mocinhas lindas de biquini te anima a sair da toca?

Ricardo M
www.vidaseimagens.blogspot.com

cantabile disse...

O lugar realmente é bonito , mas ainda gosto das montanhas desta serra.
Concordo com você sobre as caminhadas. Além de não ter paciência, acho que engorda (sempre vejo os gordos caminhando). Por isso eu corro , nado e pratico sexo.

Claudia disse...

Hahahahaha..
Zé, achei meu alter ego!!!
Você...
Assino embaixo de tudo que vc escreveu..
Infelizmente, talvez.. Mas fazer o q? Sou assim..
Saí daí e agora estou de novo em frente ao mar, só q de Stella Maris.. É um karma, cara.. E ouvir td mundo falando.. Vc mora na praia e é branca desse jeito? Não dá nem uma caminhada? rs..
Vasifu...
Bjk..

Camaleoa disse...

ai que conversinha fiada, né, seu Zé... putz grilo! : P