10.1.07

Teoria da relatividade

"A verdade é relativa. Escolha a que for melhor." - diz o personagem interpretado por James Woods na série SHARK, que irá ao ar em fevereiro pela Fox. Uma frase cheia de verdade. Verdade relativa, é claro, mas isso não lhe tira o status de verdade. E nós não fazemos outra coisa senão escolher a verdade que melhor atende aos nossos interesses.

Mas se a verdade é relativa, somos forçados a concluir que a mentira também é. Sim, meus amigos, a mentira é relativa. Tão relativa quanto a verdade. A mentira de hoje pode ser verdade amanhã e vice versa.

Os cientistas e os poetas sabem disso melhor que ninguém. É de Mário Quintana a melhor definição de mentira que conheço: "A mentira é uma verdade que se esqueceu de acontecer". É ou não é verdade?


4 comentários:

o pior h do mundo disse...

É, verdade. A mentira é uma verdade maldita! Digo eu, mas acho que Quintana concordaria comigo.

Zel disse...

justice is for god. your job is to win ;) (é da mesma série, né? amei!!)

ziriguidum disse...

A verdade ou a mentira estão no terreno do conceito. E o conceito é relativo. Uma verdade ou uma mentira depende muito de quem ouve interpretar assim como tal. Se partimos do conceito de verdadeiro ou falso, daremos às coisas "status" de concreto ou não concreto. Neste caso, a verdade concreta jamais será relativa, a menos que não seja o que parece.
A verdade de hoje que será a mentira de amanhã, nesta ambiguidade, mostra apenas as incentezas do observador e não a realidade sobre o observado.

Para a poesia a confusão mental causada pelo erro lógico da interpretação do vernáculo é sua razão de ser. Caso contrário não enxergariamos a beleza poética.

Claudia disse...

É verdade.. Ou é mentira, sei lá..
Mas achei legal o q vc disse..
Tem lógica.. Ou não..
Bjk..