28.10.06

Se debatendo

Os petistas que temiam alguma jogada suja no último debate, por parte do PSDB ou da Globo, sairam frustrados. Tudo transcorreu dentro de padrões civilizados e sem surpresas para nenhum dos lados.

Lula se deu melhor, como sempre. Nesse tipo de jogo, ele leva enorme vantagem. São muitos anos de palanque, de manifestação em porta de fábrica, de debate com os companheiros de partido, de negociação com os patrões... Isso dá jogo de cintura, rapidez de raciocínio, capacidade de improvisar, coisas que faltam ao Geraldo que, mais uma vez, repetiu o mesmo discurso,os mesmos bordões, os mesmos números.

Lula parecia cansado, irritadiço, demonstrando estar de saco cheio de ouvir as mesmas histórias. Mesmo assim, foi mais incisivo e eficaz. Em vários momentos se aproximou do Geraldo e falou diretamente para ele, olho no olho, como quem encosta um adversário nas cordas e bate no lugar certo. Por outro lado, o Geraldo demonstrou ter sangue frio. Frio demais.

...

Uma análise lúcida, apontando os prós e contras de cada candidato durante o debate, você irá encontrar no blog do Luiz Nassif.


4 comentários:

Larissa disse...

No Nordeste vocês vivem de explorar uns aos outros, não constróem nada e depois dormem tranquilos, pagando o Bolsa-Família.

josé alberto farias disse...

Oi, Larissa! Confesso que não entendi seu comentário.

Pati Haddad disse...

É#, Zé, será sempre assim: petistas e luliastas acharão que Lula se saiu melhor. Os outros todos acharão o contrário...

Sabe, as minhas impressões sobre o debate eram tantas que até desisti de escrever um texto falando sobre tudo. Escrevi apenas quele "Combate", sobre o qual você até comentou. Mas falar sobre todos os contras que vi no Lula ia me tomar muito tempo e mais um tanto da minha paci~encia que, nos últimos tempo, tirou férias...

Pati Haddad disse...

Desculpa pelos erros de digitação! No início era para ser apenas "É", sem #. E, depois, leia "lulistas", e não luliAstas...