25.1.07

Fiquei verde



Fiquei verde ao saber que contribuo para o aquecimento global com uma emissão média anual de 4.37 ton/CO2, e que para compensar isto preciso plantar 29 árvores.

Visite o site da Iniciativa Verde, use a calculadora que eles disponibilizam e descubra "a parte que te cabe nesse latifúndio".

11 comentários:

o pior h do mundo disse...

Zé... deixa pra lá!...

Cada um dos trezentos milhões de americanos contribuem dez vezes mais do que você... e não se preocupam nada com isso.

Ao pé deles você é um ser verde; e se plantar 29 árvores vão rir e te chamar "otário".

Cejunior disse...

O PHM não citou os chineses, que daqui a uns 10 anos poluirão o mundo que nem os americanos.
Acho que não vai sobrar muita coisa não...

baiano disse...

zé zé zé zé zé zé zé zé... e os peidos meu irmão, não entram nessa matemática não? Afinal, produzimos gás metano que é rico em carbono.

Platão disse...

o pior h do mundo, será otário o zé ou os americanos nesse questiuncula?
Pense nisso!

o pior h do mundo disse...

platão:

No comentário que eu teci, "Zé" é um símbolo. Significa o povo simples, o país pequeno e sub-desenvolvido, a "arraia miúda" de que falava Gil Vicente.

O que se passa nessa questão do aquecimento global é que os países imperialistas, de que é arqui exemplo os EUA, são os maiores responsáveis pela alteração climática do planeta: basta lembrar que só os Estados Unidos Americanos consomem mais de um terço da produção mundial de petróleo e mais de um terço de toda a energia mundial. Las Vegas, outro exemplo, consome mais energia eléctrica num só dia do que Lisboa um ano inteiro, e cada cidadão americano consome mais água num só banho do que cada africano tem para beber durante três meses. Quer mais: Os Eua destruiram 90% das suas florestas originais e, de as reporem, exigem ao Brasil que poupe a Amazónia com a desculpa de que ela é o "pulmão do mundo". Os Eua têm milhares e milhares de centrais nucleares activas, responsáveis pelo aquecimento dos oceanos e do planeta, mas "exigem" que países como o Irão não tenham uma única, com a desculpa de que vão fabricar armas nucleares (há ainda pouco tempo invadiram o Iraque com uma desculpa semelhante - a existência de armas de destruição maciça - quando na verdade o objectivo era propiciar às multinacionais petrolíferas americanas a exploração e o domínio do maior produtor de crude do mundo).

Apesar disso, não aceitam ou não respeitam os acordos e os tratados internacionais para a redução de emissão de componentes prejudiciais para a atmosfera, continuando cegos pelo lucro capitalista e pelo domínio económico do mundo, consumindo e ejectando cada vez mais poluentes atmosféricos.

E querem que sejam os países sub desenvolvidos ou em vias de desenvolvimento que tenham o ónus de recriar a atmosfera sadia que eles arruinam todos os dias; ou seja: em vez de mudar a sua estratégia económica (sobretudo a industrial) e de mudarem o seu "life style", pretendem antes impedir o crescimento económico e social dos países sub-desenvolvidos e que sejam "os Zés" a plantarem árvores verdinhas.

Sempre houve "Zés" a emitirem CO2 para a atmosfera. O que não havia antes e há agora é um país que ser totalitário no mundo.

Claudia disse...

A verdade é q todos nós somos "otários" nessa celeuma, por saber exatamente o q fazer e ainda assim continuar errando..
Coitados dos outros animais e plantas, vítimas, que não têm nada c isso, e provavelmnte terão o mesmo fim que nós, os assassinos..
:oP
Bjo..

platão disse...

o pior h do mundo, seu comentário é por demais fantasioso e encrustado de mitos e delírios. Um pensamento torto a respeito de uma cultura de primeiro mundo. Esquece que o Brasil contribui e muito com as queimadas na Amazônia. Não somos esses santinhos que você pinta em seu post.
A Cláudia foi brilhante em seu comentário.

o pior h do mundo disse...

platão:

"Ninguém é dono da verdade" e, então, entenda o meu comentário como um mero juízo contributivo e não resolutivo.

Ocorre presentemente em Davos, na Suiça, o Forum Económico Mundial. Na intervenção de ontem, o vosso Presidente Lula da Silva, falando em nome dos países pobres, declarou, mais palavra menos palavra: "Temos de parar de chorar a nossa desgraça e encontrar os responsáveis dela".

Reflicta nisso, platão!...

Reflicta, porque exportar matéria-prima (designadamente, madeiras centenárias e preciosas oriundas da Amazónia) para importar (em troca) hamburgers Mac Donald's "congelados e aquecidos a la minute", coca-cola com fórmula química e tabaco Philip Morris é forçosamente um péssimo negócio: alguém aí está sendo explorado.

O problema é que os países pobres só têm para vender os seus recursos naturais (o que equivale a vender "as pratas da casa"); e quem tem poder económico para comprar escolhe a dedo o que compra. Se não vender, o país pobre não cresce e continua pobre. Se vender, empobrece seus recursos e suas reservas naturais, e, um dia, com os recursos esgotados, só sobreviverá se entretanto desenvolveu outros sectores económicos, nomeadamente o secundário e o terceário. O risco é, contudo, enorme. Quase sempre este ciclo termina em explorador e em explorado: o país rico termina mais rico e o país pobre mais pobre.

Sarah K disse...

oi JoZé!
não foi tal a minha surpresa agora??? Vc mora em Salvador? My god!

Como vivo preocupada com o efeito estufa e aquecimento global, resolvi fazer o teste prá ver se minha divida tá muito alta. O que deu foi:
Sua emissão anual é de 1.97 ton/CO2. A The Green Initiative recomenda que 13 árvore(s) sejam plantadas.

Ótima dica este site!

Ah, gostei muito daqui, tem uma alma muito baiana este blog ... rs

beijo

sarah k disse...

Voltei prá te avisar que postei sobre este site como te comentei e além da conta, sugeri por lá uma forma de sanar as dívidas ... rs, depois confira!!! E tente pagar.

bjs!

Andréia Nery - Aquela da Playboy Hahaha disse...

Minha dívida é de 16 árvores. Mas se contar o pé de lichia, alguns limoeiros e outros arbustos de temperos acho que faltam umas 8 árvores! Horta conta? :-)